quinta-feira, 29 de outubro de 2009

sábado, 24 de outubro de 2009

Brasil dispara no ranking da recepção de eventos internacionais


O Brasil deu um salto de quantidade e de qualidade na realização de grandes eventos internacionais. Segundo a Associação Internacional de Congressos e Convênios (ICCA, na sigla em inglês), da 19ª posição ocupada em 2003, com 62 eventos, o País passou em 2008 para o 7º lugar no ranking mundial, com 254 eventos internacionais realizados ao longo do ano, como congressos, fóruns, conferências e simpósios.

As informações constam da ‘Pesquisa do Impacto Econômico dos Eventos Internacionais realizados no Brasil - Setembro/2007 – Dezembro/2008’, da Fundação Getúlio Vargas, apresentada nesta quinta-feira (22) no 37º Congresso da Associação Brasileira das Agências de Viagem (Abav 2009), no Rio de Janeiro.
A pesquisa traça o perfil dos estrangeiros, identifica a movimentação econômica deles e levanta dados sobre a organização da viagem. As informações são destinadas aos prestadores de serviços de eventos e turismo e agentes públicos.
Os eventos realizados em 2008 geraram US$ 122,6 milhões para o Brasil. Medicina é o segmento que mais gera impacto econômico com um ingresso total de US$ 15,38 milhões, seguido de Tecnologia e Meio Ambiente (US$ 9,42 milhões), Educação, Social e Esporte (US$ 5,4 milhões) e Outros (US$ 4,7 milhões).
A média de permanência no Brasil é de 6,8 pernoites e hospedagem e alimentação registraram um impacto US$ 21,468 milhões. Entre as atividades pessoais realizadas, compras e serviços pessoais foram citados por 64,7% dos entrevistados. Souvenir e artesanato foram mencionados como os itens preferidos por 60,9%, seguido por roupas e calçados, com 28,7%. Depois das compras, os passeios turísticos foram citados como a segunda atividade preferida com 40,9% e 66,34% responderam afirmativamente sobre a intenção de adquirir serviços e produtos turísticos.
O fato de determinado evento ter sido realizado no Brasil influenciou a decisão de comparecer para 58,2% dos pesquisados e a intenção de voltar ao País foi citada por 92,57%.
A presidente da Embratur, Jeanine Pires, diz que há uma estratégia governamental para captação e promoção de eventos. Mesmo sendo reconhecido como um importante segmento, segundo ela, a oportunidade poderia ser melhor aproveitada por cidades de pequeno porte, que não acreditam na possibilidade por desconhecimento desse mercado. “Cerca de 70% deles são realizados com uma média de apenas 500 participantes”, o que torna viável sua promoção em cidades menores.
Questionada sobre a capacidade hoteleira e de infra-estrutura brasileira para sediar a Copa do Mundo de 2014 e a Olimpíada de 2016, Jeanine Pires, afirmou que o País, do ponto de vista público e privado, amadureceu muito. “O Brasil foi credenciado pela Fifa e pelo COI e eles aprovaram o nosso plano de obras”.
Serviço:
Agência Sebrae de Notícias – 3348-7398 e 2107-9362
www.agenciasebrae.com

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

NOVAS E BOAS ONDAS PARA O TURISMO NÁUTICO


Próxima temporada de cruzeiros será a maior já realizada no país e deve gerar 45 mil empregos


O otimismo foi um dos pratos principais do almoço de abertura da temporada de cruzeiros 2009/10, oferecido pela Associação Brasileira de Empresas Marítimas (Abremar) nesta quinta-feira (22), no Rio de Janeiro (RJ). Será a maior temporada já realizada no Brasil, com previsão de 407 viagens e 900 mil passageiros, 66% a mais em relação ao total transportado na temporada passada.
“Essa estratégia do mercado de cruzeiros de aumentar a oferta é condizente com a retomada do crescimento da economia do país”, afirmou o ministro do Turismo, Luiz Barretto, em discurso na cerimônia de abertura da temporada. A expectativa da Abremar é de que a movimentação financeira nos próximos oito meses ultrapasse os US$ 350 milhões gerados na temporada 2008/09.
Barretto avalia que o Brasil tem todas as condições para se tornar um importante destino de Turismo Náutico, devido às suas condições climáticas e geográficas. “Da parte do Ministério do Turismo, temos trabalhado para inserir cada vez mais o Brasil na rota mundial dos cruzeiros marítimos”, afirmou o ministro.
Uma das medidas adotadas nesse sentido foi a reativação do Grupo de Trabalho do Turismo Náutico que reúne representantes das empresas e das diversas entidades públicas relacionadas ao assunto, tais como a Marinha, Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), Polícia Federal, entre outros.
“A criação do GT foi um passo importante. Mostra o compromisso da autoridade pública com o desenvolvimento da atividade no país. Ainda há muito a ser feito, mas o importante é que agora temos um canal para o diálogo”, disse o presidente da Abremar, Ricardo Amaral, depois de uma exposição sobre o setor na Feira das Américas (ABAV 2009).
Fonte: MTur

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

ESTÁGIOS DIFERENTES E APAIXONANTES - PESQUISAR EM 2010

ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO

O INSTITUTO BALEIA JUBARTE possui um programa de estágio para estudantes universitários que estejam cursando biologia, oceanografia, veterinária ou áreas afins. Através desse programa, os estudantes têm a oportunidade de acompanhar as atividades desenvolvidas pela instituição, relacionadas à pesquisa e à conservação da Baleia Jubarte e do Boto Cinza no Banco dos Abrolhos (Base de Caravelas) e no Litoral Norte da Bahia (Base de Praia do Forte)
O estágio tem duração de 4 a 6 meses. Em virtude das novas leis de estágio, poderemos aceitar apenas estudantes em período de ESTAGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO, vinculado ao programa pedagógico do curso.
Devido a necessidade de treinamento e da demanda de trabalho concentrada no período de reprodução das Baleias Jubarte, solicitamos que os candidatos tenham disponibilidade de permanecer no estágio durante todo o período.
OS CANDIDATOS DEVEM APRESENTAR:
  • Conhecimentos básicos na área das ciências biológicas, oceanografia ou áreas afins;
  • Fluência na língua portuguesa;
  • Conhecimentos de Inglês (capacidade de leitura e interpretação de artigos científicos);
  • Conhecimentos básicos de informática (Microsoft Word e Excel);
  • Sociabilidade e habilidade para trabalhar no mar e conviver bem com outras pessoas neste ambiente;
  • Dedicação e entusiasmo, mesmo diante de longos períodos de trabalho de campo.


DOCUMENTOS NECESSÁRIOS:
Currículo vitae (não esqueça de colocar telefone e email para contato)
2 cartas de recomendação (de professores ou orientadores)
Carta de apresentação
Na carta de apresentação o candidato deve:

  • Mencionar os motivos de interesse no estágio;
  • Especificar para qual vaga está se candidatando (Cruzeiros de pesquisa, Programa de Resgate ou Educação Ambiental);
  • Deixar clara a disponibilidade para o período integral do estágio e vinculação com o programa de estágio obrigatório da faculdade.


PROCESSO SELETIVO:
A seleção será baseada na análise dos documentos solicitados e entrevista por telefone. Após a seleção, será solicitado que a Instituição de Ensino firme convênio com o Instituto Baleia Jubarte.

IMPORTANTE!!! Só serão incluídos no processo de seleção os candidatos que mantiverem vínculo com a universidade através da disciplina de Estágio Curricular Obrigatório e declararem sua disponibilidade para permanência durante todo o período de estágio! No momento não estão sendo aceitos profissionais formados.
INFORMAÇÕES SOBRE AS VAGAS PARA ESTÁGIO

Período de inscrição: até 31 de março
Período do estágio:
Base Caravelas = 01 de Julho a 30 de Novembro de 2009 (5 meses)
Base Praia do Forte = 01 de Julho a 30 de Outubro de 2009 (4 meses)


As atividades de campo são divididas nos setores:

Cruzeiros de pesquisa: 3-4 vagas em cada Base. Direcionada a estudantes de biologia e oceanografia.

  • Base Caravelas: São cruzeiros marítimos realizados na região do Banco dos Abrolhos, com duração de 4 a 6 dias.
  • Base Praia do Forte: São saídas diárias com embarcação no litoral norte da Bahia. Eventualmente são realizados cruzeiros com maior duração.
  • Durante os cruzeiros são coletados dados para estudos de comportamento, uso de hábitat, estimativa de população, genética e bioacústica da baleia jubarte. As metodologias incluem observação do comportamento, registros para foto identificação e coleta de amostras de pele.

Programa de Resgate de Mamíferos Marinhos: 1 vaga em cada base. Direcionada a estudantes de medicina veterinária.
  • Atendimento e registro de encalhes de mamíferos marinhos. As atividades incluem o auxílio no desencalhe de animais vivos, exame de necropsia em animais mortos, coleta de material biológico, estudo e organização do acervo osteológico.

Educação Ambiental: 1 vaga em cada base. Direcionada a estudantes de biologia, pedagogia e áreas afins. As atividades envolvem:
  • Ações diretas com as comunidades (Semana Nacional do Meio Ambiente, Dia Mundial de Limpeza de Praia, Programa de rádio Lado Verde, Semana Cultural da Baleia Jubarte e outros).
  • Educação Ambiental nas escolas, aulas, palestras e oficinas.

As atividades gerais, realizadas na sede, em Caravelas consistem basicamente em:
  • Auxílio na organização dos cruzeiros, manutenção e conservação de equipamentos (GPS, máquina fotográfica e outros).
  • Digitação e análise de dados, pesquisa bibliográfica, leitura e interpretação de artigos científicos.
  • Recepção de visitantes e atividades relacionadas à Educação Ambiental.


ALOJAMENTO E INFRA-ESTRUTURA:
No Continente

  • Em Caravelas e na Praia do Forte é disponibilizado alojamento aos estagiários, que consiste em um apartamento simples com quartos, banheiro, sala e cozinha. A alimentação e manutenção da limpeza do alojamento fica por conta dos estagiários, que também devem trazer sua roupa de cama e banho.

Nos Cruzeiros
  • É utilizada uma embarcação com acomodações simples, com camas e banheiro. Durante os cruzeiros, a alimentação fica por conta do Instituto Baleia Jubarte.


IMPORTANTE!
Interessados devem enviar a documentação por email para







PROGRAMA DE TREINAMENTO

O Programa de Formação e Qualificação de Especialistas em Conservação e Manejo de Recursos Marinhos do Projeto TAMAR vem sendo desenvolvido no sentido de atender à demanda por capacitação de pessoal em estratégias e atividades de conservação e também como forma de apoiar os trabalhos desenvolvidos pelo Projeto em suas regionais e também nas exposições itinerantes.
As bases do TAMAR recebem anualmente cerca de 150 estudantes e recém-formados das áreas de ciências biológicas, oceanografia, veterinária e afins, que participem da rotina destas bases. Há também, junto às sedes do Projeto nas várias regionais, estudantes das áreas de administração e economia atuando nos escritórios da Fundação Pró-TAMAR.
Os estagiários e treinees recebem treinamento específico de acordo com as atividades da base onde irão atuar, o que pode incluir: trabalho de campo junto aos pescadores; monitoramento das praias nas áreas de desova; monitoramento de atividade pesqueira; atendimento de público dos Centros de Visitantes, palestras, oficinas e outras atividades de educação ambiental junto as comunidades, e reabilitação de tartarugas marinhas.
O período de estágio varia de um a seis meses, dependendo da regional e das atividades a serem desenvolvidas.
A carga horária do programa de estágios é adequada às necessidades do trabalho com as tartarugas marinhas e seu comportamento. Isto requer dos estagiários e treinees flexibilidade para atuar em qualquer horário do dia ou da noite.  A rotina inclui realizar tarefas muito cedo ou tarde da noite, incluindo finais de semana e feriados.


BASES



SÃO PAULO - BASE DE UBATUBA


Oferece estágio para:


Universitários e recém-formados dos cursos de Biologia, Oceanografia, Medicina-Veterinária, Engenharia de Pesca, Gestão Ambiental, Engenharia Ambiental, Turismo e áreas afins;


Atividades:  
 

* A maior parte das atividades (cerca de 80% do tempo de atuação) concentra-se na educação ambiental e atendimento de público no Centro de Visitantes;
* Manejo das tartarugas em cativeiro; (preparo do alimento, limpeza de recintos);
* Participação na rotina de reabilitação de tartarugas feridas, doentes ou debilitadas;
* Acompanhamento da equipe técnica nas saídas de campo para registros de ocorrências de tartarugas marinhas capturadas na pesca ou encontradas mortas nas praias;
* Entrevistas de opinião com o público visitante do Tamar;

Pré-requisitos:

* Disponibilidade mínima de 30 dias para o estágio;

* Estar cursando ou já ter cursado o quarto ano de graduação em uma das áreas acima.
* Ter disposição para o atendimento do público no Centro de Visitantes;
* Experiências anteriores com Educação Ambiental são desejáveis;
* Capacidade para trabalhar em equipe;
* Conhecimentos, no mínimo, intermediários das línguas inglesa e/ou espanhola.
Período de Estágio:
A Base de Ubatuba oferece estágio em todos os meses do ano;
 
O estagiário ficará a total disposição do Projeto TAMAR - Base de Ubatuba e, de acordo com as necessidades, haverá remanejamento das folgas e alterações nos horários e nos locais de trabalho.
 
O estagiário tem direito a um dia de folga semanal, determinado de acordo com a escala de trabalho.
Período de seleção:
Para estagiar no mês de julho, a inscrição para o processo de seleção deve ser feita até 30 de abril, para estagiar entre os meses de dezembro, janeiro e fevereiro, a inscrição deve ser feita até 30 de setembro. Para os demais meses do ano é necessário se inscrever com no mínimo um mês de antecedência do período pretendido.
O que oferece:
Treinamento para conservação e manejo das tartarugas marinhas;
Alojamento; Seguro de vida e acidentes pessoais para o período de estágio.
As despesas referentes a transporte, alimentação e outras são custeadas pelos estagiários e treinees;

Como se inscrever:
Questionário para efetivação da solicitação:
Faça o Download clicando
AQUI.
Enviar, pelos Correios, a ficha para efetivação da solicitação preenchidos, curriculum vitae, cópia da carteira de identidade e da carteira de motorista (se tiver):
Programa de Estágio – Base de Ubatuba
Rua Antonio Atanásio da Silva, 273
Itaguá - Ubatuba - SP - Brasil - 11680-000
Tel.: (12) 3832-6202 / 7014








segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Copa e Olimpíadas: maior legado será para a imagem do Brasil no exterior

VEJA ENTREVISTA COMPLETA - JEANINE PIRES

OS DEZ EVENTOS MAIS LUCRATIVOS PARA SÃO PAULO


Com Fórmula 1, São Paulo faturou cerca de 260 milhões de reais

O Autódromo de Interlagos, em São Paulo, sediou neste final de semana o evento mais lucrativo para a cidade em todo o ano, o GP Brasil de Fórmula 1. De acordo com a SPTuris (São Paulo Turismo), até o próximo domingo, a corrida deve ter movimentado cerca de 260 milhões de reais na cidade - 13% a mais que em 2008. É um dinheiro que percorre vários setores, como hotelaria, gastronomia e compras, além de fazer movimentar a economia. Em impostos, a prefeitura recolherá cerca de 15 milhões de reais em ISS (Imposto Sobre o Serviços).

Nos três dias de GP - os treinos ocorrem sexta e sábado e a corrida é no domingo -, o autódromo recebeu um público estimado em 140 000 pessoas. Em média, são 85 000 turistas, dos quais 20% são estrangeiros. O número parece pequeno se comparado a 4 milhões de pessoas atraídas para a Virada Cultural  "O perfil do público da Fórmula 1 é diferente de todos os outros eventos. O ingresso mais barato custa 400 reais", diz Caio Luiz de Carvalho, presidente da SPTuris. "Daí a diferença entre o número de espectadores e os valores arrecadados." A Virada Cultural movimenta 90 milhões de reais.




Nesta semana, a rede hoteleira esteve com uma taxa de ocupação de 90%. Os shoppings venderam mais e os bares e restaurantes atrairam mais gente do que o normal. Para ter uma idéia, os gastos diários dos turistas brasileiros em 2008, neste mesmo período, correspondem a pouco mais de 600 reais. Já os estrangeiros, 600 dólares (cerca de 1 100 reais). Destes 600 dólares, são empregados 20,9% em hospedagem, 22,9% em alimentação, 22% em compras, 19,6% em lazer e 14,7% em transporte. A demanda é traduzida em mais ou menos 15 000 empregos diretos e indiretos na capital paulista.

Segundo a presidente da Embratur, Jeanine Pires, o gasto diário do turista estrangeiro é altíssimo e raro no país. "As pessoas que vêm ao Brasil para congressos de medicina ou na área de tecnologia, por exemplo, gastam em média 275 dólares", diz.



Além da movimentação econômica durante toda a semana da corrida, o evento serviu também como propaganda turística. Cerca de 400 milhões de pessoas, de 62 países, assistiram o Grande Prêmio pela televisão, o que, de modo geral, atrai a atenção de mais gente e consequentemente mais visitantes. "O ganho aumenta se pensarmos que o cliente da Fórmula 1 não tem apenas um poder aquisitivo alto, mas tem excelente formação e é um formador de opinião", avalia Jeanine. "Ou seja, vai voltar para casa e recomendar São Paulo aos seus amigos." De acordo com uma pesquisa recente da Embratur, 90% dos turistas estrangeiros voltam para seus países com uma boa imagem das cidades visitadas no Brasil.

domingo, 18 de outubro de 2009

EMPREGOS ESTÁGIOS

Atendente Comercial

Busco candidato com experiencia em rotina de agencia de viagem, conhecimento em emissoes aereas nacionais e internacionais, reservas de hoteis. Perfil dinämico, proativo, conhecimento da linguagem de turismo focado na area de eventos. Preferencia com dominio de idioma ingles.


Contato: Rosangela Botelho
E-mail: rosangela.botelho@terra.com.br
Telefone: 1121478157
Cidade: Taboao da Serra
Estado: SP




MONITOR BILINGUE - SP

HABILIDADE PARA MONITORIA DE SERVIÇOS, INGLÊS E ESPANHOL FLUENTES, DISPONIBILIDADE PARA TRABALHO NOS FINAIS DE SEMANA, TRABALHARÁ NA REGIÃO DA BERRINI. ENVIAR CV COM PRETENSÃO SALARIAL E O CÓDIGO MB.


Contato: CAROLINA R. LOPES
E-mail: contato@academiadetalentos.tur.br
Telefone:
Endereço: AV SÃO LUIS, 50 6 ANDAR
Cidade: SÃO PAULO
Estado: SP

GERENTE COMERCIAL AG. DE VIAGENS CORPORATIVA
ENTRE 35 E 50 ANOS, INGLÊS AVANÇADO, CURSO SUPERIOR, CONHECIMENTO DESTE MERCADO E PRECIFICAÇÃO, NÃO FUMANTE, LIDERANÇA DE EQUIPE. ENVIAR CV COM PRETENSÃO SALARIAL E CÓDIGO GC


Contato: CAROLINA R. LOPES
E-mail: contato@academiadetalentos.tur.br
Telefone:
Endereço: AV. SÃO LUIS, 50 6o andar
Cidade: SÃO PAULO
Estado: SP 

Operadora Internacional - SP

Grande Operadora, está selecionando profissional na área de Operações Internacionais com experiência em operar destinos como Europa, Asia e etc. Bom ingles e conhecimento nos sistemas de reservas internacionais online.

Contato: Nathalie Gonçalves
E-mail: rh@tiaaugusta.com.br
Cidade: São Paulo
Estado: sp 

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Brasileiro é nomeado Diretor Executivo da Organização Mundial do Turismo


O secretário executivo de Relações Institucionais da Presidência da República, Márcio Favilla Lucca de Paula, acaba de ser nomeado Diretor Executivo da Organização Mundial do Turismo (OMT), órgão vinculado à Organização das Nações Unidas (ONU). Além de Favilla, comporão a diretoria executiva Fréderic Pierret, da França, e Zoltán Somogyi, da Hungria. Durante o evento, a 50ª. Reunião da Comissão Regional da OMT para as Américas (CAM), o secretário executivo do MTur, Mário Moyses, ressaltou os esforços realizados para minimizar os efeitos negativos da crise no turismo nacional. A reunião aconteceu em Astana, no Cazaquistão.
O secretário executivo do MTur falou do momento positivo vivido pelo país e sobre os preparativos para receber a Copa de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016. “Estamos orgulhosos da escolha do Rio de Janeiro como sede dos Jogos de 2016, porque defendemos essa candidatura com paixão e profissionalismo. Temos motivos para estamos felizes”, respondeu o secretário.

Para Mário Moysés, o Brasil se transformará nos próximos anos. “Muitos investimentos públicos e privados serão realizados, dando ao país mais qualidade para os transportes, hotéis, a segurança e os aeroportos. O Brasil e o Rio de Janeiro mudarão muito até 2016. E para melhor”.
De acordo com o secretário, “a Copa de 2014 e os Jogos de 2016 serão importantes não apenas para o país, mas para toda a América Latina que, sem dúvidas, vai se beneficiar com a visita dos turistas ao Brasil. Neste sentido, os países latino americanos deverão se unir na promoção e divulgação destes eventos”.
Questionado sobre a capacidade do Brasil em hospedar grandes eventos, o secretário lembrou que o país, além de sua experiência de décadas com o carnaval e outros eventos populares, demonstrou competência e maturidade ao sediar a Eco 92 e os Jogos Pan-americanos, ambos realizados no Rio de Janeiro. “Estamos preparados. Além disso, o Brasil vive um bom momento econômico e nos próximos 6 anos, durante os preparativos para a Copa e os Jogos Olímpicos, vamos nos desenvolver ainda mais. Somos um povo feliz e hospitaleiro e todos os visitantes serão recebidos com festa e profissionalismo”, completou Mário Moysés.
Investimentos em múltiplas frentes foram lembrados. Segundo o secretário, “Teremos profissionais capacitados, transporte público de qualidade e segurança nas ruas. Hospedar eventos internacionais tão importantes é uma oportunidade de crescimento, como aconteceu em Barcelona, Atenas e Pequim. Ampliaremos nossos recursos e investiremos em infraestrutura”.
A crise mundial também foi assunto, durante a entrevista. Para o secretário executivo, o país foi atingido, como todo o mundo, mas atravessou o momento difícil e ainda obteve resultados positivos. “Recebemos mais ou menos 5 milhões de estrangeiros por ano. Esse número caiu com a crise, claro, mas nosso mercado doméstico se manteve firme. Nos últimos meses houve recorde em desembarques nacionais, o que demonstra a força do nosso mercado turístico interno”.
Fonte: MTur

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Eventos finais de semana - cachê R$180 a R$240

A Red Bull, Cervejaria Itaipava e Fiat Automoveis seleciona para eventos durante finais de semana.
RED BULL -> Ações de demonstração do energético dentro dos eventos parceiros (evento diurno)
CERVEJARIA ITAIPAVA -> Recepção em camarotes e demostração de novos produtos em eventos patrocinados (evento noturno).
FIAT AUTOMOVÉIS -> Feirões e lançamentos de modelos nas concessionárias. (evento diurno).
Contato pelo perfil:
ou pela comunidade:

SELECAO DE PROFISSIONAIS PARA TRABALHAR NOS EUA

Teremos uma job fair no dia 03 de NOVEMBRO em SP para selecionar 20 candidatos para 5 clubes de campo.
É um programa com uma característica especial porque o participante terá a oportunidade de trabalhar 5 meses na Florida e 4 meses na região de New England (Nova York ou Connecticut)

Tipo de visto: J-1 intern/trainee.
Salário: U$10/hora.
Número de horas: 32 a 40/semana.
Acomodação: U$375/mes.
Transporte para o trabalho: providenciado pelo clube.
Número de vagas: 20. 10 para a Argentina e 10 para o Brasil.
Data de embarque: primeira semana de dezembro.
Requisitos:
-Ingles avançado
-Estudante ou ja graduado em hotelaria/Turismo OU nao ter se graduado nestas áreas mas ter 5 anos de experiência em F&B.
-Idade-limite: 38 anos

SIMULADO ENADE

OPORTUNIDADE DE ESTÁGIO

NECESSÁRIO CADASTRO NO SITE

http://oportunidade-de-estagio.infojobs.com.br/vagas-empregos-ofertas__1872709.aspx?OrigenVisita=24&mailpos=1&alertaid=3573354&envioid=843399269&utm_source=inf&utm_medium=mail&utm_campaign=cas

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Programa Turismo 100% cria rede de produtos e serviços de alto padrão para Copa e Olimpíadas




Incentivar a certificação de empreendimentos, ocupações, profissionais e produtos turísticos para estimular a formação de uma rede nacional de organizações e serviços de alto padrão. Esse é o objetivo do programa Turismo 100%, apresentado pelo ministro do Turismo, Luiz Barretto, durante a abertura do Exponorma 2009, dia 13 de outubro, na capital paulista.
A iniciativa, que integra a estratégia de qualificação e certificação do Ministério do Turismo (MTur) para a Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos 2016, pretende “contribuir para fazer do Brasil um destino mais seguro, confiável e mais competitivo no mercado internacional”, definiu o ministro Barretto.
Articulados na mobilização, governos, entidades de classe, empresários e regiões turísticas poderão “aumentar o número de profissionais qualificados e empresas certificadas, além de se beneficiar dos programas de monitoramento e disseminação de conhecimento para o controle de qualidade no setor”, afirmou Barretto.
A partir de cooperação logística e financeira, o MTur, a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) e o Instituto Brasileiro da Qualidade e Produtividade (IBQP) pretendem dar início ao projeto nas 12 cidades-sede dos jogos de 2014. A proposta é reforçar a importância da aplicação das normas técnicas brasileiras do setor para alinhar os conceitos de turismo, segurança e credibilidade no país. “O turismo precisa estar preparado para atender com excelência às futuras demandas do setor”, avaliou o ministro.
TURISMO & NORMALIZAÇÃO
De acordo com Luiz Barretto, o MTur discute turismo, profissionalização e normalização desde 2003, quando o setor se tornou política de Estado.
Por meio de uma parceria com a ABNT, o MTur tornou acessível, via internet a consulta e impressão gratuitos das normas técnicas brasileiras publicadas pelo Comitê Brasileiro de Turismo (ABNT/CB-54). O serviço está disponível no sitewww.abnt.org.br.
O ministério reuniu, ainda, uma série de normas técnicas, previstas na constituição federal, no manual de orientações “Turismo e Acessibilidade”. O documento orienta o setor turístico para a promoção da acessibilidade e dos direitos da pessoa com deficiência e/ou com mobilidade reduzida.
Pelo projeto Bem Receber, o MTur sensibilizou empresários e profissionais de 21 destinos brasileiros para a importância da qualificação e da adoção do sistema de gestão da sustentabilidade na melhoria dos seus serviços. As ações incluíram a qualificação de gestores de meios de hospedagem, como Instrutores da Qualidade Profissional (IQP), a avaliação da qualificação dos trabalhadores, com base nas Normas Técnicas Brasileiras, e a assistência técnica às empresas para implantação da norma para Meios de Hospedagem.
Atualmente existem 60 normas técnicas para o setor no país, 18 criadas para o projeto Certificação em Turismo no Brasil, desenvolvido pelo Ministério do Turismo e o Instituto de Hospitalidade. Esses 18 preceitos legais normatizam o segmento de Turismo de Aventura.
A operação segura das práticas do Turismo de Aventura também é o foco do programa Aventura Segura, executado pelo MTur em parceria com a Associação Brasileira das Empresas de Turismo de Aventura (Abeta) e o apoio do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). Hoje, 172 empreendimentos participantes do programa estão em processo de certificação e trabalham alinhados às 24 normas técnicas criadas para o segmento.
EXPONORMA 2009
O congresso é realizado anualmente pela ABNT em comemoração ao Dia Mundial da Normalização, celebrado em 13 de outubro. A programação se estende até a próxima quinta-feira (15) com palestras sob o tema “Normalização, Inovação e Competitividade” e atrações nos estandes instalados no Centro de Exposições Imigrantes, no Jabaquara.
Fonte: MTur

Pesquisa detalha impacto socioeconômico de eventos internacionais no Brasi




O ministro do Turismo, Luiz Barretto, e a presidente do Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur), Jeanine Pires, apresentam hoje, terça-feira (13), em São Paulo, os resultados da pesquisa “Impacto Econômico dos Eventos Internacionais realizados no Brasil 2007/2008”, encomendada à Fundação Getúlio Vargas (FGV). Os números podem auxiliar o País a compor estratégias de recepção para os maiores eventos esportivos da próxima década: a Copa do Mundo de Futebol (2014) e os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos (2016).
Desde 2003, o estudo faz parte da política de captação de eventos da Embratur. Além de divulgar o gasto médio diário e desenhar o perfil do turista estrangeiro que vem ao País para participar de congressos, seminários, workshops e colóquios, o levantamento colhe informações sobre a intenção de retorno ao Brasil e a imagem em relação à cidade-sede do evento visitado.
Nos últimos anos, o Brasil tem se destacado no segmento de Turismo de Negócios e Eventos. O Brasil se posiciona entre os dez maiores países em número de eventos internacionais pelo terceiro ano consecutivo. Em 2008, ficou em sétimo lugar, contra a 8ª colocação de 2007. No ranking de cidades, São Paulo foi o destino que mais recebeu eventos nas Américas, em 2008, e a 12ª cidade no mundo.
Fonte: MTur

Certificação e controle de qualidade do Turismo em debate na Exponorma 2009


A criação e aplicação de normas técnicas garantem segurança, qualidade e a profissionalização do Turismo no Brasil. É o que vai defender o ministro do Turismo, Luiz Barretto, na abertura da Exponorma 2009, congresso promovido anualmente pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). O evento, que celebra o Dia Mundial da Normalização, ocorre hoje, terça-feira (13), em São Paulo.
Na ocasião, o ministro vai apresentar o Programa Turismo 100%, que integra a estratégia de qualificação e certificação do MTur para a Copa do Mundo de Futebol 2014 e os Jogos Olímpicos 2016. O projeto é uma parceria entre MTur, Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro) – através da ABNT – e Instituto Brasileiro da Qualidade e Produtividade (IBQP). O objetivo é incentivar a certificação de empreendimentos, ocupações, pessoas e produtos turísticos para os grandes eventos esportivos da próxima década.
Diversas ações do Ministério do Turismo projetam a adequação do setor às referências legais de normalização. Uma delas é o contrato celebrado entre MTur e ABNT, que tornou acessível, via internet (mediante cadastramento prévio do interessado), a consulta e impressão gratuitos das normas brasileiras publicadas no âmbito do Comitê Brasileiro de Turismo (ABNT/CB-54). O serviço está disponível no site www.abnt.org.br.
Atualmente existem 60 normas técnicas para o setor no país, 18 criadas para o projeto Certificação em Turismo no Brasil, desenvolvido pelo Ministério do Turismo e o Instituto de Hospitalidade. Esses 18 preceitos legais normatizam o segmento de Turismo de Aventura.
A operação segura das práticas do Turismo de Aventura é o foco do programa Aventura Segura, desenvolvido pelo Ministério do Turismo em parceria com a Associação Brasileira das Empresas de Turismo de Aventura (Abeta) e com o apoio do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). Hoje, 172 empreendimentos participantes do programa estão em processo de certificação e trabalham alinhados às 24 normas técnicas criadas para o segmento.
Fonte: MTur

Turistas de eventos injetam U$ 35 milhões na economia nacional


Uma pesquisa encomendada pelo Ministério do Turismo (MTur), por meio do Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur), à Fundação Getúlio Vargas (FGV) revela indicadores positivos sobre o segmento turístico de Negócios e Eventos no Brasil. Os números foram apresentados na manhã desta terça-feira (13) na capital paulista pelo ministro do Turismo, Luiz Barretto, e pela presidente da Embratur, Jeanine Pires.

O estudo Impacto Econômico dos Eventos Internacionais Realizados no Brasil, que desde 2003 faz parte da política de captação de eventos da Embratur, analisa a movimentação econômica direta e indireta e o perfil do turista estrangeiro que participou de eventos técnico-científicos (conferências, colóquios, encontros, congressos, fóruns, simpósios, reuniões, wokshops, competições, seminários) de diversos segmentos, realizados no período compreendido entre setembro de 2007 e dezembro de 2008. Trinta e seis eventos foram selecionados para a pesquisa e divididos por área: Administração, Agronegócios, Aventura, Beleza, Biotecnologia, Economia, Educação, Engenharia, Esporte, Medicina, Meio Ambiente, Petroquímica, Relações Internacionais, Religião e Tecnologia.


Leia mais em notícias
Fonte: MTur

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

ESTÁGIOS E EMPREGOS

Trilhos para o turismo


Parte do patrimônio da extinta Rede Ferroviária Federal S/A poderá ser utilizada para aumentar a oferta de atrativos turísticos no País. Um grupo de trabalho interministerial, coordenado pelo Ministério do Turismo (MTur), será criado para planejar o aproveitamento de estações, locomotivas e linhas férreas na indústria do turismo.
A decisão foi tomada durante reunião no dia 24 de setembro entre representantes do MTur e do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), responsável pelo espólio da RFFSA. Segundo o diretor do Departamento de Ordenamento Turístico do MTur, Ricardo Moesch, o primeiro passo será mapear as áreas de interesse histórico e turístico onde existem bens disponíveis.
Dos cerca de 60 mil quilômetros de malha da RFFSA, 28 mil foi concedido à iniciativa privada. Parte dos trilhos, ainda sob administração do governo federal, pode se transformar em linhas turísticas; assim como estações e outros imóveis em centros de lazer integrados a roteiros turísticos.
O grupo de trabalho será composto pelo MTur, DENIT, Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico e Nacional (IPHAN), Secretaria do Patrimônio da União (SPU), entre outros.
Fonte: MTur

Gastronomia brasileira é destaque em série vinculada em 33 países




A partir do dia 7 de outubro, toda a diversidade cultural do Brasil, seus temperos e os melhores destinos gastronômicos estarão no ar no canal Discovery Travel & Living. Uma série produzida em parceria com o Ministério do Turismo, por meio da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), vai ao ar trazendo o melhor da culinária de Santa Catarina, Bahia, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Pará e Pernambuco. Intitulada Sensacional, Brasil Sensacional, a série conta com sete programas de 22 minutos cada.
Chefs de cozinha internacionalmente conhecidos e apaixonados pela gastronomia brasileira são os entrevistados dos programas, que serão veiculados em 33 países da América Latina, incluindo o Brasil.
Beth Beldrão (Tiradentes, MG), Narbal Corrêa (Florianópolis, SC), Damien Montecer (RJ) e Beto Pimentel (Salvador, BA) estão entre os chefs entrevistados que relatam suas experiências com os ingredientes e sabores nacionais.
“Falar da gastronomia brasileira cria uma oportunidade natural para divulgar o Brasil e nossa cultura com características singulares. A parceria com o Discovery Travel & Living foi acertada, uma vez que o canal tem cerca de 16 milhões de assinaturas na América Latina, com uma média potencial de audiência de 64 milhões de telespectadores”, afirma o diretor de Marketing da Embratur, Walter Vasconcelos.
A veiculação da série no Discovery Travel & Living faz parte do plano geral da campanha “Brasil, Sensacional!”, um dos pilares da estratégia de promoção do Brasil no exterior. A campanha tem como objetivo posicionar o País como um destino competitivo internacionalmente, atrair mais turistas estrangeiros, que visitem destinos variados, contribuindo para o incremento da entrada de divisas no País, visando o desenvolvimento das diversas regiões brasileiras e a geração de emprego e renda para a população.


Fonte: Embratur

NOTÍCIAS DO TURISMO RURAL

ACESSEM!
SIGAM!


http://secondlifetour.blogspot.com/

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

NORMALIZAÇÃO EM TURISMO - NORMAS PARA O PROFISSIONAL DE TURISMO



O Ministério do Turismo (MTur) e a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) firmaram um contrato que possibilita, após breve cadastro, visualizar e imprimir as normas brasileiras publicadas no âmbito do Comitê Brasileiro de Turismo (ABNT/CB-54). 


Cadastre-se agora mesmo e conheça as normas
http://www.abntcatalogo.com.br/mtur/

Florianópolis sediará o maior evento de turismo internacional LGBT do mundo


Setor movimenta bilhões de dólares todos os anos

06/10/2009

O programa de Apoio à Captação e Promoção de Eventos Internacionais da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo) obteve sucesso na captação de mais um evento internacional para o Brasil. E Florianópolis foi a cidade escolhida para sediar a convenção anual  da   IGLTA, International Gay and Lesbian Travel Association, em 2012. Estima-se que cerca de 450 congressistas participem do evento; destes, 70% estrangeiros.

 

A capital de Santa Catarina, eleita pelo jornal The New York Times como o destino “Party e LGBT” de 2009, destacou-se entre suas concorrentes, Berlim e Madri, e foi escolhida pela diretoria da IGLTA para sediar o evento. A candidatura da cidade foi realizada em parceria com o Florianópolis CVB, a Santur, a ABRAT GLS (Associação Brasileira de Turismo GLS), e a AEGLBTS – SC (Associação dos Empreendedores GLSBTS de Santa Catarina).

 



Segundo dados da IGLTA, o turista LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais) viaja em média 29 dias por ano e, em 2007, movimentou cerca de US$ 65 bilhões, nos Estados Unidos. A IGLTA é a entidade mais importante do segmento turístico LGBT do mundo, congregando operadores e agentes de turismo, mídia, empresas de marketing e outras empresas do setor turístico internacional.

Brasil: destino gay friendly

Desde 2007, o segmento LGBT figura entre os que merecem atenção especial da Embratur, orientado pelo Plano Aquarela – Marketing Turístico Internacional e promovendo o Brasil internacionalmente como um destino para este segmento.




Em 2008, o Ministério do Turismo em parceria com a ABRAT GLS treinou e qualificou profissionais do turismo nas cidades de Florianópolis, São Paulo, Salvador e Rio de Janeiro para bem receber o turista LGBT.

Este público começa a perceber o Brasil como um país cada vez mais gay friendly, reconhecido internacionalmente como um destino repleto de belezas naturais e culturais, de povo hospitaleiro e um país moderno, aberto e de vida noturna agitada.


ASCOM